Alunos criam ilusão de ótica com lugar, pessoas e objetos

A turma do 6º ano do Colégio Anglo Leonardo da Vinci, da unidade Granja Viana, vivenciou uma experiência de fotografia com perspectiva forçada, que é quando se usa a distância e o ângulo certo para criar uma ilusão de ótica. Para praticar o estudo realizado nas aulas de Arte, os alunos produziram fotos com lugar, pessoas e objetos.

Esse conceito de perspectiva forçada leva a pessoa a crer que o objeto mais próximo está no mesmo plano e distância do que o objeto mais afastado, “enganando” o cérebro a interpretar a imagem de uma forma diferente da realidade. Com isso, o espectador tem a sensação de que um objeto é maior ou menor do que de fato é.

Nada de montagens complicadas no Photoshop e nem precisa ir viajar para encontrar construções gigantes no meio do deserto, o segredo dessas imagens é muito mais simples. A fotografia forçada pode ser feita em qualquer lugar.

As aulas renderam muito aprendizado e diversão. Alguns exploraram a sala de casa, outros a área externa. Pequenos objetos também foram aproveitados nessa pesquisa e investigação. Na sequência, os estudantes foram convidados a compartilhar os registros no Padlet, uma ferramenta on-line que permite a criação de um mural ou quadro virtual dinâmico para registrar, guardar e partilhar conteúdos.

“Fizemos um estudo sobre a representação e composição visual, a influência e importância das linhas nas mesmas. Os alunos perceberam a presença das linhas na fotografia. Foi uma aula enriquecedora, que estimulou o aprendizado na prática, as experiências e o prazer por aprender. Tudo isso faz parte do método Aprender a Estudar”, finaliza a professora Adriana.